Open/Close Menu Todos os eventos dos Açores

A vinda de Bruno de Carvalho soa um pouco como uma sexta-feira 13, mas ao contrário. Ou seja, que em que grande 31 nos podemos estar a meter. Daí este artigo se revestir de enorme utilidade pública.

1. Visitar as estufas de ananás

O Bruno parece uma pessoa já muito habituada a lidar com melões. Mas cá, só a Meloa de Santa Maria, que é bem pequena. Por isso, sugerimos o ananás, pois para além de ficar a conhecer as estufas, a cultura, a tradição, no fim poderá ficar com um grande ananás porque o Sporting voltou a perder o campeonato nacional.

2. Ir ao Sporting Clube Ideal

Perder tempo para quê? É concorrer à presidência, levar o clube à primeira liga e depois à liga dos Campeões. É golear o Sporting em Alvalade, só porque sim, ganhar a Taça de Portugal, enquanto se sorve uma bifana e chorar quando levantar a taça. Tudo isto, se conseguir sair da Sede do Sporting Clube Ideal pela mesma porta que entrou e pelo seu próprio pé, que a malta da Ribeira Grande não é para brincadeiras.

3. Cafés na Fajã de Cima

 

Se não sair pelo próprio pé e quiser depois falar com uns rapazes para devolverem a simpatia só tem que ir à Fajã de Cima. Lá em cima no largo, ao pé da Escola, há cenas de facada e pancadaria como nunca vistas nos Açores. Dizem ser épicas. Dica: tente disfarçar a sua pronúncia de continental, carregando bem nos u’s e corte o fim das palavras. É só um dica.

4. Egito

É uma instituição que fica ali para os lados da Fajã de Baixo, e a nossa desconfiança é que será um destino mais que provável quando toda esta novela acabar. Não se preocupe! A instituição consegue arranjar um quartinho bem iluminado, com câmara de filmar para que nos possa continuar a deleitar com os seus monólogos em vídeo. Fidel Castro ainda tinha tanto para aprender!…

5. Escola de Futebol do Pauleta

Dizem ser das melhores escolas de futebol dos Açores. Nós não sabemos, pois estamos sempre fechados no escritório a escrever tontices, mas fazer uma visita, conhecer as instalações, os miúdos é de valor. Mas pelo amor de Deus, se lhe apetecer bater em alguém lembre-se que deve ser em alguém pelo menos do seu tamanho.


6. Mergulho no mar

Qualquer lado dá, mesmo no Pesqueiro, ou nos Frades na Maia. Um banho de mar é das coisas mais fantásticas que pode fazer nos Açores, mas atenção, por esta altura do ano a água está a cerca de 24 graus, quase de certeza que não vai ser suficiente para arrefecer a cabeça…

7. Alcatra

Uma iguaria feita originalmente na Ilha Terceira, mas espalhada por todos os Açores. Basicamente é uma panelinha de carne que se leva a ferver todos os dias um pouco até ficar pronto, mais ou menos o que tentou fazer na Academia de Alcochete, por isso temos a certeza de que vai adorar.

8. O Amaral, do Porto Formoso

Faz maravilhas com o nosso peixe e marisco, é simples e acessível. Só não sabemos se é do Sporting, mas, como isto anda, a probabilidade de o Amaral também querer rescindir consigo é elevada. Traga o Carlos Preto que ele vai inventar um “story telling” porreiro de como BdC afinal não tinha condições para ali comer e que foi ele a querer vir-se embora.

9. Ir ao Estádio de São Miguel

Ir num dia que não haja jogo ou treino, visitar as instalações e deixar debaixo da cadeiras, novas por sinal, uns quantos “bombãs”. Assim no dia em que o Sporting vier jogar com o Santa Clara, temos festa garantida, ganhe ou perca, seja presidente ou não, exista Sporting ou não…

Sabemos que o Bruno de Carvalho podia fazer muito mais coisas quando visitar os Açores, mas simplesmente temos medo de pensar mais nisso…

Publicidade

PARTILHE ESTE EVENTO:

Logo_footer   

   

error: O conteúdo deste evento está protegido!