Open/Close Menu Todos os eventos dos Açores

Não são só as belas paisagens verdejantes e os vestígios vulcanológicos que traçam a particularidade da ilha de São Miguel, mas também o seu “linguajar”, que, não raras vezes, provoca confusão e até um certo gozo para os “de fora”. E os de cá também, sabendo disso, se aproveitam da ignorância do seu interlocutor para fazer umas piadinhas que só provocarão riso entre os micaelenses.

Se já se viu desesperado por não entender certas expressões e vocábulos micaelenses? Então este artigo irá saciar-lhe um pouco a curiosidade.

1 – Estás cegando!

Quando alguém te disser isso, fica a saber que é melhor parares, pois estás a aborrecê-lo bastante! E depois não te queixes que te dê uma carga de porrada!

É que aqui o pessoal de São Miguel não é para brincadeiras!… Quem te avisa, teu amigo é, já dizia o ditado…

2 – Fazer um leilão

“Fazer leilão” é uma das razões para que ponhas alguém cego e ansioso por te dar uma tareia, principalmente se esse alguém for a tua mãe, pois fazer leilão significa fazer barulho, rebuliço e não arrumar o que foi desmanchado.

3 – Fema

“Fema” é uma forma estropiada de dizer fêmea. “Bela Fema” é comummente utilizado para elogiar as mulheres, mas num nível à trolha. Por isso, se calhar não irás querer fazer isso, senão já sabes… Tareia, para dentro (ou não)… Sei lá, existe gostos para tudo!

4- Fogo que te abrase!

Elogiaste a fema e ela pronuncia esta expressão? Não, ela não quer dizer que és quente como o fogo, está sim a desejar que a deixes em paz, uma espécie de sinónimo do “Raios que te partam” e “que o Diabo te carregue”.

5 – Laparoso

Corruptuela de leproso, que significa alguém que prevarica, que não age conforme a norma, esperto, matreiro e astuto. Por isso, não te armes em espertinho por estas bandas, que depois ficas com a fama de “laparoso”!


6 – Lapeira

Foto: Amy, da série Big Bang Theory, interpretada por Mayim Bialik

“Lapeira” é uma mulher desarranjada, com muito mau-gosto para se vestir, mal penteada, enfim, mal apresentada. Não é uma coisa para se dizer à pessoa diretamente, só um “laparoso” faz uma coisa dessas!

7 – Moquenco

Um “moquenco” é um sonso, um manhoso, que sabe sempre mais do que o que apregoa e que faz as maldades pela calada. Não há pecado maior nestas terras do que ser moquenco. É, talvez, a criatura mais odiada por estas bandas. Aconselhamos, portanto, que faças tudo às claras e que sejas sincero, a não ser que tenhas cometido um crime, se calhar, aí… Mas porque haveríamos de dar conselhos a criminosos???!!! Cometeste um crime, sê sincero e cumpre a tua pena de prisão, não sejas “laparoso”!

8- Palinho

“Palinho” é um indivíduo que existe em todo o Portugal e estrangeiro. É o sinónimo no Continente Português de “guna”, “mitra” ou “basofe”. Ou seja, pessoas de meios socioeconómicos desfavorecidos, mas que não se deixam afetar por isso. Muito pelo contrário! Têm uma postura bastante arrogante não condizente com a sua condição social, que deveria ser mais modesta.

Do que os “palins” mais gostam é de roupas à rapper, piercings, tatuagens e carros tunning com umas colunas de som melhores do que as das discotecas aqui da ilha, fazendo-nos indagar de aonde vão buscar tanto dinheiro! Toda a gente sabe de onde, mas não ousa dizer, pois ainda leva um enxerto de porrada!

9 – Palhoco

Se alguém te chama “palhoco”, podes já ir arregaçando as mangas para partir para a porrada, pois essa pessoa acabou de te chamar de imbecil, parvo, pateta. Mas só reajas assim se tiveres cinturão negro nalguma arte marcial, senão já sabes… O próximo sítio em que te irão arregaçar as mangas é no Hospital do Divino Espírito Santo quando a / enfermeira / a te for injetar o soro!

10 – Que génio!

Expressão que se usa para dizer que se está cheio de raiva e de nervos perante alguma coisa que fizemos e não pudemos responder à letra. Basicamente, aquilo que sentirás quando alguém te chamar de “palhoco” se não tiveres cinturão negro em artes marciais…

11 – Queres mamar!

Não, não te vamos perguntar se serão os peitos da cabritinha ou outras coisas mais… Enfim… Vocês sabem… O que queremos dizer com esta interjeição é que sabemos a tua jogada em querer mudar de assunto ou brincar / gozar connosco. É que o pessoal de São Miguel é muito esperto, não é fácil de enganar, percebe logo quando alguém está a “mamar com ele”.

12 – Sagrada/o !

É o mesmo que abençoado, o oposto de “laparoso”. Hoje em dia, chamar alguém de “sagrado” ou “sagrada” virou quase profano, pois não só significa que a pessoa concordou ou louvou aquilo que disseste ou simplesmente cumprimentou-te. São Miguel virou uma terra de “sagrados” e de “sagradas”! Uma blasfémia!

13 – Tarelo

“Tarelo” significa juízo. Ao dizer que alguém é de “tarelo”, quer dizer que essa pessoa é séria, íntegra. Portanto, como deve ter deduzido, e muito bem, este artigo não tem “tarelo” nenhum…

14 – Vou-te sofrer!

“Vou-te sofrer” é muitas vezes a resposta a coisas sem “tarelo” que possas ter dito. “Vou-te sofrer” tem o mesmo significado de “Vai chatear o Camões”, “Vai ver se estou na esquina”, “Vai ver se está a chover”, “Vai dar banho ao cão”… Pronto, acho que já perceberam. É melhor parar, senão o leitor não me irá querer mais “sofrer”…

15 – Zabelas e Naiãos

“Zabela”, mais comum na ilha de São Miguel, que “Naião”, que é mais da Terceira, significa um homem efeminado, ou homossexual.

“Zabela” vem talvez da palavra Isabella, a adocicada casta de uva americana. Já Naião diz-se que é o nome de uma família nobre terceirense que foi “fustigada” com o “crime” do seu chefe de família, o da sodomia com outras “Zabelas”.

E não penses que poderás vir para aqui andar a chamar “Zabelas” e “Naiãos” indiscriminadamente, pois apesar do olhar inocente de alguns, estes não irão hesitar em dar-te uma boa sova! E garantimos que nem com cinturão negro em artes marciais te irás safar desta!

Estes e outros vocábulos e expressões encontram-se no livro Dicionário Sentimental da Ilha de São Miguel de A a Z, de Fátima Sequeira Dias, uma edição Publiçor, podendo-o comprar aqui!

Publicidade

PARTILHE ESTE EVENTO:

Logo_footer   

   

error: O conteúdo deste evento está protegido!